O que é Bruxismo Dental?

  • Home
  • -
  • Dra. Shirlene Oliveira
  • -
  • O que é Bruxismo Dental?
 O que é Bruxismo Dental?

O bruxismo é um hábito diurno ou noturno de apertar ou ranger os dentes, e que está associado a danos em estruturas dentárias, músculos e articulações envolvidos na mastigação. Uma terapia muito utilizada no tratamento do distúrbio é o uso da placa oclusal estabilizadora com função miorrelaxante, uma maneira eficaz para abordar as causas e problemas relacionados ao bruxismo.

O bruxismo é um hábito muscular rítmico de apertamento e/ou ranger dos dentes, sem nenhuma função útil aparente para o nosso organismo (parafuncionalidade). Responsável por danos severos aos dentes – como fraturas e desgastes aos músculos e articulações temporo-mandibulares (ATM), o distúrbio é comum até mesmo em crianças. E quando associado ao estado emocional de estresse, pode deixar sequelas permanentes como estalidos e travamento de fechamento da mandíbula. Em outras palavras, um problema.

O uso de placas oclusais estabilizadoras ou miorrelaxantes, popularmente conhecida como placa para bruxismo, é, até agora, a forma mais eficiente para o tratamento do distúrbio, seja ele o bruxismo diurno ou noturno. E é sobre os tipos e indicações para o uso de placas para bruxismo que trata este post, com dicas e temas essenciais para que está sofrendo com o problema ou está com dúvidas a respeito do seu tratamento

Causas e tipos do bruxismo: informações essenciais para o tratamento com placas.

O bruxismo tem múltiplas causas e quase sempre duas ou mais delas estão relacionadas com o início do problema. Os danos aos dentes, músculos e articulações atuam de forma diferente entre pacientes e são modulados pela severidade, potência muscular e tipo de oclusão (mordida). Além disso, o estresse psicológico é um potencializador para a atividade muscular parafuncional característica do bruxismo. Compreender como todos esses fatores causais relacionam-se e como abordá-lo é importante para o tratamento do distúrbio.

• Causas

As causa podem ser (1) de origens locais, quando um ou mais dentes podem estar interferindo no fechamento normal da mordida, (2) de origens sistêmicas, como deficiências nutricionais ou alergias, (3) de origens psicológicas como o estresse e a ansiedade, ou ainda (4) de origens neurológicas como o autismo ou paralisia cerebral.

• Tipos

Uma forma simples de dividir o bruxismo é a que divide o bruxismo com relação ao momento do dia em que ele acontece: quando estamos dormindo (1) bruxismo do sono ou o bruxismo que acontece quando estamos acordados (2) bruxismo de vigília.

O estresse como fator potencializador dos danos à articulação.

O estresse precisa de uma atenção especial. É que embora o bruxismo seja uma desordem relacionada com os reflexos musculares com origem no sistema nervoso central, o estado emocional alterado potencializa os danos provocados pelo apertamento e ranger dos dentes. Além de aumentar as fraturas e desgastes dentários, o estresse intensifica a magnitude de ação muscular a tal ponto que os danos podem ser observados na ATM, a articulação temporo-mandibular.